Welcome to Blog umbreveolhar

O meu objectivo, é escrever breves textos, sobre os assuntos que eu considere de interesse nos mais diversos âmbitos, e que prendam a atenção do seu olhar!
Terça-feira, 12 de Maio de 2009
Noite de Luar

 

Numa noite serena

De um lindo luar

Eu vejo um barco

Perto do mar.

 

O mar é cor de prata

O meu pensamento

Corre nas ondas do mar

Procuro, mas não te encontro.

 

Nem um sinal de ti

Tu partiste e não voltaste

Sem ti, o mar ficou triste

Como a noite que não tem luar!

 



publicado por umbreveolhar às 21:49
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

28 comentários:
De Jorge Soares a 13 de Maio de 2009 às 00:23
Lindo...

O poema e a fotografia... excelentes.

Abraço
Jorge


De umbreveolhar a 13 de Maio de 2009 às 21:27
Amigo Jorge,
Obrigado pelo comentário e pela generosidade das tuas palavras que muito apreciei.
Cumprimentos e volita sempre,
Carlos Alberto Borges


De patypinheiro a 13 de Maio de 2009 às 11:48
Que bonito!!! Gostei muito....
Beijinho
*Paty*


De umbreveolhar a 13 de Maio de 2009 às 21:30
Olá minha amiga,
Também gostei das tuas simpáticas palavras, as quais agradeço muito e que são sempre bem vindas.
Cumprimentos e até breve,
Carlos Alberto Borges


De Caminhando... a 13 de Maio de 2009 às 12:29
Olá!
Tão bonito este post!
Gostei imenso tanto do texto, como da foto :)
Beijinho amigo Carlos


De umbreveolhar a 13 de Maio de 2009 às 21:33
Olá Joana,
Fiquei muito contente com as tuas palavras, sempre cheias de simpatia, as quais agradeço.
Volta sempre e cumprimentos do amigo,
Carlos Alberto Borges


De MIGUXA a 13 de Maio de 2009 às 22:19
Olá Carlos Alberto,

Belo post, um poema lindo aliado a uma foto espectacular...

Parabéns!

Xi-kor
Margarida


De umbreveolhar a 13 de Maio de 2009 às 23:29
Olá amiga Margarida,
Fico sempre muito sensibilizado com as tuas lindas palavras, elogiando este pequeno poema e a foto.
Muito obrigado por isso, pois é para mim motivo de grande satisfação receber um comentário tão agradável de uma Poetisa que eu estimo.
Cumprimentos,
Carlos Alberto Borges


De Fisga a 14 de Maio de 2009 às 16:07
Olá amigo Carlos Alberto. Está demonstrado aqui, que com muito pouco se pode mostrar muito, muito. É pequeno o teu poema, mas nem por isso lhe falta beleza, e valor. Gostei. Parabéns. Um abraço deste amigo Eduardo Gonçalves.


De umbreveolhar a 14 de Maio de 2009 às 18:21
Amigo Eduardo,
É verdade, concordo contigo, resumi neste poema o pensamento que naquela hora invadiu a minha alma.
Muito obrigado pelo comentário, cujas palavras são muito estimulantes. Volta sempre meu bom amigo.
Um grande abraço,
Carlos Alberto Borges


De Fisga a 14 de Maio de 2009 às 18:34
Olá amigo Carlos Alberto. Teus toda a razão, afinal nós nada mais somos que um emaranhado de emoções, mutantes a cada instante. O que agora nos assusta, daqui a um minuto, já não é nada. O que agora nos emociona daqui a pouco está-nos a fazer rir. Nós somos uma caixa de surpresas a nós próprios. Estamos de acordo em tudo isto? Creio bem que sim. Um grande abraço. Eduardo Gonçalves.


De umbreveolhar a 14 de Maio de 2009 às 19:05
Amigo Eduardo,
Nem se questiona, estamos ambos em total concordância.
Há emoções de momento e outras que por diversos motivos podem ser mais duradouras.
Peço-te que leves em conta o pedido que eu te fiz no teu blog. Não te esqueças!
Um grande abraço e volta sempre,
Carlos Alberto Borges


De Fisga a 14 de Maio de 2009 às 19:22
Obrigado amigo Carlos Alberto. Vou fazer o que poder ser feito. Um grade abraço. Eduardo Gonçalves.


De umbreveolhar a 14 de Maio de 2009 às 19:39
Olá amigo Eduardo,
Tu é que sabes o problema que existe, e embora eu já tenha visto a tua resposta no teu blog, mesmo assim continuo com esperança que não interromperás o teu blog!
Mas temos que respeitar a decisão de cada um, e tu terás certamente motivos para essa interrupção. Porém, eu aguardo com a esperança própria de um amigo que tudo vai correr bem.
Um grande abraço,
Carlos Alberto Borges


De Fisga a 17 de Maio de 2009 às 14:46
Olá Amigo Carlos Alberto. Obrigado pela tua preocupação, e pela tua amizade. mas eu na hora certa vou retomar o meu blog. Um grande abraço deste amigo. Eduardo.


De umbreveolhar a 17 de Maio de 2009 às 16:34
Amigo Eduardo,
Óptomas palavras acabei de ler, as quais me dão muito satisfação e alegria.
Um grande abraço,
Carlos Alberto Borges


De rosafogo a 14 de Maio de 2009 às 22:42
È lindo falar de luar, amor, saudade, tristeza,
como tudo faz parte da vida de todos nós!

Veio o, luar a noite ficou prata
O Amor partiu,Nem um sinal!?
E é dor que não ata nem desata!
A brotar no coração... é fatal.

Um abraço



De umbreveolhar a 14 de Maio de 2009 às 23:19
Olá minha amiga,
Obrigado pelo teu comentário, cujo poema que apresentas, além de belo, enquadra-se e complementa-se naquele que escrevi. NOITE DE LUAR.
Cumprimentos e até breve,
Carlos Alberto Borges


De Paola a 14 de Maio de 2009 às 23:30
Ai, amigo, o mar... o luar... Assim, os dois a espelhar as emoções, os sentimentos... a beliscar da pele...

Lindo!

Beijinho


De umbreveolhar a 15 de Maio de 2009 às 21:56
Olá minha amiga,
É como dizes, o mar... o luar...fazem-nos despertar as emoções que por sua vez dão origem a pequenos poemas.
Obrigado pelo comentário que vindo de quem vem, muito me honra o elogio.
Cumprimentos,
Carlos Alberto Borges


De blogando-me1 a 15 de Maio de 2009 às 22:28
Image


De umbreveolhar a 16 de Maio de 2009 às 01:01
Um óptimo fim de semana para ti também, com tudo a correr pelo melhor,
Cumprimentos,
Carlos Alberto Borges


De Just Moments a 16 de Maio de 2009 às 19:45
Li isto algures e ao ler este post lembrei-me..

"Não posso nem a brincar dizer adeus a ninguém..quem parte saudades leva, quem fica saudades tem"..
Recordo-me que quando o li a 1ª vez (era miúda) e não percebi muito bem!!
mas nunca pensei que a saudade fosse um sentimento tão forte!!

Beijinhos e belo poema!


De umbreveolhar a 17 de Maio de 2009 às 13:32
Minha boa amiga,
A frase que recordas, também conheço e é muito significativa e correcta.
Agradeço o teu comentário sempre muito gentil, e a generosidade das tuas palavras nas apreciações positivas que fazes ao que vou escrevendo.
Volta sempre, o amigo,
Carlos Alberto Borges


De comunicadoras a 21 de Maio de 2009 às 23:18
Oi breveolhar
Poema lindo...retrata o que lhe vai na alma...
não perca a Esperança...virão noites de luar lindas ,deixarão o mar prateado, e o seu barco vai navegar ,como num bailado...
Até breve
Herminia


De umbreveolhar a 22 de Maio de 2009 às 22:16
Muito me sensibiliza o elogio ao meu poema pelo que agradeço reconhecidamente tão gentil comentário.
Cumprimentos,
Carlos Alberto Borges


Comentar post

Carlos Alberto Borges
Julho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


O meu blog e o mundo à distância de um clique

Ninguém dispensa a visita a umbreveolhar...


MusicPlaylist
MySpace Playlist at MixPod.com

PORTUGAL
subscrever feeds
links
Luso-Poemas - Poemas de amor, cartas e pensamentos
posts recentes

RECOMEÇA

QUADRA NATALICIA 2013

CHEGOU O OUTONO

CHEGOU A PRIMAVERA

Amar!

Meu Blog umbreveolhar e F...

Mar Português

Um Novo Ano com Paz!

Um BOM ANO de 2011

Natal 2010

pesquisar
 
arquivos
mais comentados
65 comentários
57 comentários
54 comentários
50 comentários
49 comentários
tags

todas as tags

favoritos

Atraiçoada eleita!

curto circuito

MUNDO

Explicação da Poesia

Mar azul - Cesária Évora ...