Welcome to Blog umbreveolhar

O meu objectivo, é escrever breves textos, sobre os assuntos que eu considere de interesse nos mais diversos âmbitos, e que prendam a atenção do seu olhar!
Quarta-feira, 6 de Janeiro de 2010
Dia de Reis - Cantar as Janeiras

O dia de Reis é uma tradição que é apreciada por muita gente incluindo eu próprio. Nem o frio desta época é dissuasivo  para os cantores dos Reis que participam com tanta alegria nesta data!

 

Existem várias cantigas alusivas a este dia, as quais são cantadas por grupos a quem se abre a porta das casas, confraternizando com o grupo,  comendo e bebendo do que há, conforme a  tradição aqui do Minho. 

 

Esta cantiga da autoria do Zeca Afonso - Natal dos Simples,  é uma das várias referentes  a este tipo de cantoria  popular, e é das que eu mais aprecio, espero que também seja do Vosso inteiro agrado.

 

Desejo  a todos uma Noite bem passada neste dia de Reis.

Vamos cantar as janeiras
Vamos cantar as janeiras
Por esses quintais adentro vamos
Às raparigas solteiras
Vamos cantar orvalhadas
Vamos cantar orvalhadas
Por esses quintais adentro vamos
Às raparigas casadas

 

Vira o vento e muda a sorte
Vira o vento e muda a sorte
Por aqueles olivais perdidos
Foi-se embora o vento norte

 

Muita neve cai na serra
Muita neve cai na serra
Só se lembra dos caminhos velhos
Quem tem saudades da terra

 

Quem tem a candeia acesa
Quem tem a candeia acesa
Rabanadas pão e vinho novo
Matava a fome à pobreza

 

Já nos cansa esta lonjura
Já nos cansa esta lonjura
Só se lembra dos caminhos velhos
Quem anda à noite à ventura
 

                                                         Zeca Afonso



publicado por umbreveolhar às 19:35
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

6 comentários:
De MIGUXA a 7 de Janeiro de 2010 às 18:58
Carlos Alberto,

A tradição de cantar as Janeiras de que tanto ouvi e oiço falar, nunca tive o privilégio de viver...é um dos inconveniente de se viver numa capital onde ninguém conhece ninguém, onde as pessoas passam sem tempo para te dirigir sequer uma saudação. Não nasci para isto...sou muito dada à convivência saudável e ntural entre as pessoas. Obrigada por me lembrares esses versos encantadores.

Para ti , Um Ano Novo repleto das maiores venturas
Xi-kor
Margarida


De umbreveolhar a 10 de Janeiro de 2010 às 14:12
Margarida,
É pena, pois se visses terias de facto muito gosto em assistir a esses cantares das Janeiras que são frequente no Minho
Embora a tradição também já não é o que era... Mas isso passa-se o mesmo com todas as tradicões.
Eu sei que irias gostar de ver essa espontaneidade de cantores que se agrupam voluntariamente , e só lhes abre a porta quem goste disso e participar como anfitrião.
Obrigado pelas tuas palavras e também pelos e-mails muito interessantes que me tens enviado e que eu muito aprecio.
Cumprimentos do Amigo,
Carlos Alberto Borges


De comunicadoras a 8 de Janeiro de 2010 às 21:05
Quando eu vivia na minha aldeia achava muito interessante esse convívio, esse andar de porta em porta a cantar as janeiras; hoje vejo isso como um saudar os vizinhos e desejar-lhes um bom ano. Agora me parece que até na minha aldeia, aqui bem pertinho de Famalicão, a tradição já não é o que era; embora haja ainda muito boa vizinhança, já não há o convívio de antigamente; todas as mulheres trabalham fora, tendo por isso trabalho dobrado; há que chegar a casa tratar dos filhos e deitar cedo, pois no dia seguinte uma nova jornada de trabalho pela frente as espera; quando era criança vivia-se quase excludivamente da agricultura; o trabalho era árduo e os recursos poucos, mas penso que havia mais convívio entre os vizinhos e mais tempo para a confraternização até porque também se juntavam para se ajudadrem uns aos outros nos trabalhos do campo; agora a aldeia está diferente, as pessoas também; aqui em Famalicão quase se perdeu por completo esse costume. E assim vão desaparecendo as tradições ...no entanto, vão aparecendo outras que irão encantar os nossos netos; tudo isto é natural, faz parte da evolução; não vale a pena lamentar; umas coisas vão, outras vêm; é assim!!! Um beijinho e até breve
Emília


De umbreveolhar a 10 de Janeiro de 2010 às 16:06
Olá Emília,
Tens toda a razão, a tradição, já não é o que era. Mas isso passa-se quase com tudo que diz respeito a tradições, infelizmente.
Como sabes eu sou de Braga, por isso muito perto de Famalicão e bem compreendo o que dizes.
Mas enfim, ainda vão aparecendo voluntários que com muita alegria e determinação se apresentam à porta de algumas casas, mais na periferia das cidades, como é o meu caso, pois eu habito a caminho da Falperra, sendo com gosto que se abre as portas e se colabora com eles em convívio comendo e bebendo nestas noites gélidas.
Quem sabe. um dia nos encontraremos, afinal somos tão perto e é uma óptima Amiga virtual que eu muito estimo.
Cumprimentos do Amigo,
Carlos Alberto Borges


De Mary Brown a 10 de Janeiro de 2010 às 22:41
Já há muitos, muitos anos que não canto as janeiras. Não consigo recordar nenhuma quadra. Braga? Linda cidade. Não há nada mais lindo que o Norte. Sou apaixonada pelo Norte do país, desde o primeiro di que pus os pés em Portugal. Passo os meus fins de semana no Norte e desespero quando tenho que descer o mapa. Enfim.. sacrifícios a quanto obrigas. Beijinhos


De umbreveolhar a 17 de Janeiro de 2010 às 16:47
Amiga Mary Brown
É lindo ouvir cantar as Janeiras com todo o espírito de festa que isso envolve.
Não há quadras específicas das Janeiras para a Zona de Braga, todavia, aqui vai uma quadra das várias que são características aqui do Minho:

Levante-se daí senhor
Desse banquinho de prata
Venha-nos dar Santos Reis
Que está um frio que mata!

Minha boa Amiga e assim se vão cantando as Janeiras cá por estes lados com alegria e amizade.

Cumprimentos do Amigo,
Carlos Alberto Borges


Comentar post

Carlos Alberto Borges
Julho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


O meu blog e o mundo à distância de um clique

Ninguém dispensa a visita a umbreveolhar...


MusicPlaylist
MySpace Playlist at MixPod.com

PORTUGAL
subscrever feeds
links
Luso-Poemas - Poemas de amor, cartas e pensamentos
posts recentes

RECOMEÇA

QUADRA NATALICIA 2013

CHEGOU O OUTONO

CHEGOU A PRIMAVERA

Amar!

Meu Blog umbreveolhar e F...

Mar Português

Um Novo Ano com Paz!

Um BOM ANO de 2011

Natal 2010

pesquisar
 
arquivos
mais comentados
65 comentários
57 comentários
54 comentários
50 comentários
49 comentários
tags

todas as tags

favoritos

Atraiçoada eleita!

curto circuito

MUNDO

Explicação da Poesia

Mar azul - Cesária Évora ...