Welcome to Blog umbreveolhar

O meu objectivo, é escrever breves textos, sobre os assuntos que eu considere de interesse nos mais diversos âmbitos, e que prendam a atenção do seu olhar!
Sábado, 18 de Julho de 2009
Amanhecer

 

O dia amanheceu...

 

Os raios de sol iluminam o dia que começa.

Eles vão descendo à Terra de mansinho.

 

Indicam-nos o que há de bom para fazer e sonhar.

Ouço o cantar da fonte e do rio que ameniza o silêncio do dia...

 

Em cada onda que bate, sinto o teu coração.

Em cada sopro do vento, vejo o esvoaçar dos teus cabelos negros como a noite.

Em cada silvado selvagem, vejo a amora doce que são os teus lábios.

Em cada animal que corre, vejo a força da Natureza.

Em cada flor que nasce, vejo como nascem os lírios do campo...

 

Tudo o que vejo são fontes de energia em tudo o que o amanhecer me inspira.

Só que preciso apurar os meus sentidos e ouvir o que me diz a voz do coração.

Transformar o invisível em cores do arco-íris.

Cada dia dá luz a um novo dia e que faz nascer em nós a alegria de viver.

 



publicado por umbreveolhar às 13:45
link do post | favorito

De Katerina K. a 19 de Julho de 2009 às 09:30
Caro Carlos Alberto,
Estás um poeta!
Gostei muito, foi fresco, para quebrar a densidade das coisas que andam à nossa volta.

Abraço flautístico,
J.F.


De umbreveolhar a 19 de Julho de 2009 às 21:20
Estimada amiga,
Gostei do teu comentário, o qual muito me alegrou. Não sou poeta, mas tenho momentos de inspiração para descrever aquilo que sinto.
Cumprimentos,
Carlos Alberto Borges


De Katerina K. a 20 de Julho de 2009 às 11:24
No fundo, somos todos poetas. (:

Abraço flautístico,
J.F.


De umbreveolhar a 20 de Julho de 2009 às 20:36
Minha amiga,
Tens toda a razão, todos nós temos algum sentido poético, mas nem sempre damos azo à nossa inspiração.
Só quando nos apetece é que o poema surge, mas ainda bem que é assim, porque fazemos aquilo que nos apetece.
Agradeço a tua extraordinária simpatia cujas palavras calam fundo no meu coração.
Cumprimentos do amigo,
Carlos Alberto Borges


De Katerina K. a 20 de Julho de 2009 às 21:07
Caro amigo,
Obrigadíssima por todo esse discurso elogioso! A verdade é que tens razão. Por muito inspirados que sejamos, muitas vezes não damos uso ao nosso talento. Mas também é verdade que, para ser bem sucedido no mundo poético, não basta talento e inspiração. É preciso muito trabalho, que até leva as pessoas à loucura. Infelizmente pensam que a poesia é muito facilitista.

Abraço flautístico,
J.F.


De umbreveolhar a 21 de Julho de 2009 às 12:51
Olá minha Amiga,
Antes de mais, digo-te que achei muito interessante este pequeno "debate" sobre poesia, onde afinal estamos ambos de acordo.
Há de facto quem pense que é fácil fazer poesia, mas não é!...
A menos, que o objectivo seja apenas a rima, a qual como sabes pode ser emparelhada, cruzada ou interpolada. A livre é mais complicada...
Agoram falo de prosa para te dizer que escreves muito bem e suponho que vai sair um livro. Ou estarei enganado?...
Cumprimentos do Amigo que muito te considera,
Carlos Alberto Borges


De Katerina K. a 21 de Julho de 2009 às 14:05
Caro amigo,
A minha muito pessoal opinião é que a rima é apenas um acessório para marcar determinados momentos importantes. É por isso que na minha poesia raramente se encontra a rima, limito-me a fazer versos brancos.
Quanto ao livro, é verdade que ando a trabalhar nisso. Já comecei vários, mas nunca cheguei a terminá-los. Ultimamente, como ando muito embrenhada a ler Stieg Larsson e os livros de Douglas Preston & Lincoln Child (se não conheces, aconselho vivamente), tudo o que consigo escrever são policiais bastante escuros e carregados se suspense. De qualquer maneira, mesmo que chegue a terminar este romance, nenhuma editora o vai publicar. Afinal, só tenho dezasseis anos. (:

Abraço flautístico,
J.F.


De umbreveolhar a 21 de Julho de 2009 às 15:50
Olá minha Amiga,
Surpreendeu-me pela positiva, apenas teres 16 anos e escreveres tão bem!
Sobre a poesia, estamos conversados... Já dissemos ambos o que pensávamos sobre a mesma...
Espero que leves " a bom porto" o livro que te propões publicar, ainda que para tal seja provavelmente necessário, esperar pelos dezoito anos...
Sobre os autores não li que me lembre livros deles, mas admito que sejam bons escritores.

Cumprimentos e volta sempre,
Carlos Alberto Borges


De Katerina K. a 21 de Julho de 2009 às 16:05
Caro Carlos Alberto,
Esperar pelos 18 anos acho que não é bem a questão, pois já existem várias pessoas menores de idade com livros publicados. Penso que um desses exemplos foi, salvo erro, o ano passado, quando uma rapariga de 16 ou 17 anos publicou um livro de poesia. Esse foi um caso imensamente mediatizado, a pobre da rapariga cirandava entre Fátima e Você na TV como se fosse uma cesta. O problema que eu vejo é o facto de não ser levada a sério. Primeiro, por muito que me custe a admitir, não passo de uma amadora e a minha escrita é substancialmente infantil. E mesmo que não seja tanto assim, toda a gente não me vai ver como uma escritora madura na plenitude das minhas capacidades. Mesmo que conseguisse ser publicada (pela Caminho, imagino, já que ganhei um concurso da editora), o livro não ia ter saída. Porque, enfatizo, não me iam levar a sério. Infelizmente.

Abraço flautístico,
J.F.


De umbreveolhar a 21 de Julho de 2009 às 19:35
Olá minha amiga,
Escrevendo tu tão bem, pensei que o único impedimento fosse o factor idade.
Não sendo esse ocaso, em qualquer altura surgirá a oportunidade da publicação do livra, o importante é nunca desistir e confiar sempre nas tuas capacidades.
Cumprimentos.
Carlos Alberto Borges



De Katerina K. a 21 de Julho de 2009 às 19:39
Esperemos.
Depois, espero que o compres. :P

Abraço flautístico,
J.F.


De umbreveolhar a 21 de Julho de 2009 às 19:47
Minha Amiga,
É garantido que comprarei o livro, mas quero com uma dedicatória tua.
Volta sempre e aceita um abraço do teu Amigo,
Carlos Alberto Borges


De Katerina K. a 21 de Julho de 2009 às 19:49
Aviso quando fizer uma sessão de autógrafos ahah

Abraço flautístico,
J.F.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




Carlos Alberto Borges
Julho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


subscrever feeds
links
posts recentes

RECOMEÇA

QUADRA NATALICIA 2013

CHEGOU O OUTONO

CHEGOU A PRIMAVERA

Amar!

Meu Blog umbreveolhar e F...

Mar Português

Um Novo Ano com Paz!

Um BOM ANO de 2011

Natal 2010

pesquisar
 
arquivos
mais comentados
65 comentários
57 comentários
54 comentários
50 comentários
49 comentários
tags

todas as tags

favoritos

Atraiçoada eleita!

curto circuito

MUNDO

Explicação da Poesia

Mar azul - Cesária Évora ...