Welcome to Blog umbreveolhar

O meu objectivo, é escrever breves textos, sobre os assuntos que eu considere de interesse nos mais diversos âmbitos, e que prendam a atenção do seu olhar!
Sábado, 5 de Fevereiro de 2011
Mar Português

 

 

 

Ó mar salgado, quanto do teu sal

São lágrimas de Portugal!

Por te cruzarmos, quantas mães choraram,

Quantos filhos em vão rezaram!

 

Quantas noivas ficaram por casar

Para que fosses nosso, ó mar!

Valeu a pena? Tudo vale a pena

Se a alma não é pequena.

 

Quem quer passar além do Bojador

Tem que passar além da dor.

Deus ao mar o perigo e o abismo deu,

Mas nele é que espelhou o céu.



publicado por umbreveolhar às 12:42
link do post | favorito

De MIGUXA a 9 de Maio de 2011 às 20:07
Olá Carlos Alberto,

Excelente escolha, meu amigo.

Saudades
Margarida


De umbreveolhar a 11 de Maio de 2011 às 08:25
Olá Margarida,
Como sempre uma grande Amiga que eu também muito estimo.
Este poema é de facto muito interessante e um dos que mais gosto do grande Fernando Pessoa.
Compreendo também que o teu comentário é um estímulo para eu não " me esquecer do Blog " , do qual tenho adado tão arredado! Mas eu como disse em tempos, vou continuar e porventura vou terminar com a minha página no Facebbok.
Aqui é diferente e mais cultural.
Obrigado Margarida e muitos beijinhos de Amizade,
Carlos Alberto


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




Carlos Alberto Borges
Julho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


subscrever feeds
links
posts recentes

RECOMEÇA

QUADRA NATALICIA 2013

CHEGOU O OUTONO

CHEGOU A PRIMAVERA

Amar!

Meu Blog umbreveolhar e F...

Mar Português

Um Novo Ano com Paz!

Um BOM ANO de 2011

Natal 2010

pesquisar
 
arquivos
mais comentados
65 comentários
57 comentários
54 comentários
50 comentários
49 comentários
tags

todas as tags

favoritos

Atraiçoada eleita!

curto circuito

MUNDO

Explicação da Poesia

Mar azul - Cesária Évora ...